quarta-feira, 27 de abril de 2011

quinta-feira, 21 de abril de 2011

domingo, 17 de abril de 2011

A presidenta foi estudanta?

Existe a palavra: PRESIDENTA?

Que tal colocarmos um "BASTA" no assunto?

Miriam Rita Moro Mine - Universidade Federal do Paraná

"Tenho notado, assim como aqueles mais atentos também devem tê-lo feito, que
a candidata Dilma Roussef e seus apoiadores, pretendem que ela venha a ser a primeira presidenta do Brasil, tal como atesta toda a propaganda política veiculada na mídia.

Presidenta???

Mas, afinal, que palavra é essa totalmente inexistente em nossa língua?

Bem, vejamos:

No português existem os particípios ativos como derivativos verbais.
Ex: O particípio ativo do verbo
* atacar é atacante,
* de pedir é pedinte,
* de cantar é cantante,
* de existir é existente,
* de mendigar é mendicante...
Qual é o particípio ativo do verbo ser? O particípio ativo do verbo ser é ente. Aquele que é: o ente. Aquele que tem entidade.

Assim, quando queremos designar alguém com capacidade para exercer a ação
que expressa um verbo, há que se adicionar à raiz verbal os sufixos ante, ente ou inte.

Portanto, à pessoa que preside é PRESIDENTE, e não "presidenta",
independentemente do sexo que tenha.
Se diz capela ardente, e não capela "ardenta"; se diz estudante, e não "estudanta"; se diz adolescente, e não "adolescenta"; se diz paciente, e não "pacienta".

Um bom exemplo do erro grosseiro seria:

"A candidata a presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta
que imagina ter virado eleganta para tentar ser nomeada representanta.
Esperamos vê-la algum dia sorridenta numa capela ardenta, pois esta
dirigenta política, dentre tantas outras suas atitudes barbarizentas, não tem o direito de violentar o pobre português, só para ficar contenta".

Por favor, pelo amor à língua portuguesa,
repasse essa informação..."

Miriam Rita Moro Mine
UFPR

terça-feira, 12 de abril de 2011

Vírgula


A vírgula tem na língua portuguesa uma grande importância. Ela serve para separar, dar pausas na leitura e ajudar na organização das frases. Contudo, as vírgulas também influenciam bastante na hora da interpretação. Veja esse texto da Associação Brasileira de Informação (ABI) e divirta-se com as vírgulas:
Vírgula pode ser uma pausa… ou não.
Não, espere.
Não espere..

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.

sábado, 9 de abril de 2011

Alegria





“ Para que levar a vida tão a sério

se ela é uma incansável batalha

da qual jamais sairemos vivos ?!?!??!? “

Bob Marley

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...