sábado, 11 de dezembro de 2010

“O Pescador e o Peixinho” – Fábulas de Esopo


Uma vez um Pescador, depois de passar o dia todo pescando, pegou, somente, um Peixinho. “Por favor, deixa-me ir, mestre”, disse o peixe. “Sou muito pequeno para tu me comeres, agora. Eu crescerei logo, assim tu poderás fazer uma boa refeição de mim”.

“Não, não, meu peixinho”, disse o Pescador, “Tenho-te, agora. Talvez, mais tarde, quando tu estiveres grande, não conseguirei pegar-te, novamente”.

.

.

Uma pequena coisa nas mãos vale mais a uma possível chance de um dia conseguir algo maior.

6 comentários:

  1. Por isso axo q devemos dar valor a coisas pequenas tambem!
    bjs
    linda historia.
    http://oicarolina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. A simplicidade tem mais valor que tudo.Gostei da imagem.

    ResponderExcluir
  3. Em poucas palavras, você resumiu o prazer de viver. Isso é a minha opinião.

    Venho, também, agradecer o seu comentário em meu blog. Fiquei lisonjeada.

    Obrigada e volte sempre que quiser.

    Abraço de NINA

    ResponderExcluir
  4. Sim , em poucas palavras disse tudo..
    http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Esopo é um mestre nestas pequenas histórias.Contar em pequenas palavras uma grande lição de moral é uma arte para os gregos.Parabéns pelo blog.

    www.letraslitteratura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...